The Shadow Hunter

The Shadow Hunter
Keep it Simple

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Pequeno Teaser

Quanto seria interessante um personagem nascido em Israel - cidade de Nahariya, no ano de 1170?

Esta época, para quem ainda não fez as contas, se dá exatamente nas cruzadas. Em 1187 o conhecido Saladino conquista Jerusalém. Tive a idéia de criar um personagem que foi educado por um estrangeiro, um cara como um dos pensadores da china da época. Ao mesmo tempo em que este garoto viveria num mundo Islãmico, no qual se deve rezar 5 vezes por dia, fazer jejum no ramadã e doar 10% do que produz, ele conviveria com um mentor ao puro estilo confuciano.

Por hora estou na parte em que (clichê mesmo) o mestre morre e ele tem de sair para o mundo. Como o rapaz é muçulmano, nada mais simples que fazê-lo ir para Mekkah - a peregrinação. Estou absorto em pequenos estudos históricos para fazer valer um quê de plausabilidade na situação. Um francês reinaldo de não sei o quê resolveu causar o caos na rota dos peregrinos exatamente na época. Eu acho que isso dá uma canja. Qum sabe se o nosso herói se meter em uma guerra sem querer? Continua clichê, mas é um começo...

Aquele filme com o Orlando Bloom - Crusader - faz estória exatamente nessa época. Para quem viu o filme ou conhece a história, o tal conde, duque, sei lá o quê, de Ibelain existiu mesmo e realmente fez trato com o Saladino para liberar as pessoas. A diferença, é claro, é que na vida real só quem tinha dinheiro para pagar um salvo conduto pôde sair. Aproximdamente 5000 pessoas não puderam pagar e foram escravisasdas. Bom, pelo menos ninguém morreu... ops... ou foi registrado como morto, depois do trato.

Estou na dúvida de como colocar o personagem em um aventura detro da História do mundo, claro, sem distorcer a coitada. Por hora, posto isso aqui, que apesar de não ser pensamento e elocubração, serve como teaser para uma historinha que espero que ganhe alguns apreciadores.
Se alguém entre os que tiveram a boa vontade de ler o que eu escrevo quiser me dar uma idéia, eu serei muito grato. Por hora, deixo um abraço para os meus amigos, parentes, leitores eventuais e você que clicou aqui por acaso.

4 comentários:

Adda Dias Braga disse...

Juro que queria ter uma idéia legal para esse tema, mas não vendo nada à mente. Quem sabe, numa próxima vez ou mais pra frente? Anyways, já foi legal, por si só, essa idéia de dar origem a essa saga. Aguardo ver no que vai dar... Bjs, parabéns pelo blog! Continue a postar!

Adda Dias Braga disse...

(Veio) nada à mente, quis dizer

Pedro h. disse...

Boa idéia hein, não é que todas aquelas horas de retiro criativo frente àquela coisa brilhante e retangular lhe renderam uma luz de criação. Ainda não li o proximo post mas vai por ai que o caminho é bom!

Anna Claudia disse...

Ai adorei esse seu teaser. Achei com um quê de Machado de Assis, chamandoo leitor para participar de sua obra , além dos alertas aos clichês. Quanto à história ... seria realmente uma boa idéia juntar os muculmanos com um pouco da sabedoria confunciana(eu fui procurar no google, =D). Talvez seja até uma deixa para um futuro best seller, como esses q estão em alta que juntam a História com a história.